Pré Natal Masculino.

1208286_74630791Olá Mamães!

Todas nós sabemos que a partir do momento que descobrimos a gravidez, começa a nossa saga de todos os meses: exames, consultas e etc. É uma rotina que toda mãe precisa passar para assegurar melhores cuidados nesse período.

Alguns maridos fazem questão de acompanhar suas esposas ao consultório para saber como anda a saúde do bebê e da mãe, mas você já parou para  pensar : se o futuro papai ao acompanhar sua parceira, tivesse também a oportunidade de monitorar sua saúde durante esse período?

Pensando nesse cuidado, um projeto recente intitulado Pré Natal Masculino tem sido implantado em hospitais pelo Brasil. Ao acompanhar a mulher ao obstetra, o parceiro é convidado a fazer alguns exames, são eles: sorologia para hepatite B e C, HIV e Sifilis, além de exames de sangue para detectar presença ou não de diabetes, verificar níveis de colesterol e medição da pressão arterial. Também são oferecidas orientações sobre o risco e a prevenção das doenças sexualmente transmissíveis, as práticas sexuais seguras e a saúde do bebê.

Esses exames são praticamente os mesmos que as mamães fazem durante o pré natal. Essa iniciativa é ótima e fica aqui a dica para todos os futuros papais fazerem os exames propostos e o acompanhamento, até porque é um auxilio no próprio cuidado da saúde masculina. Descobri esse projeto a pouco tempo e acredito que deveria ser mais divulgado,até porque muitos homens se recusam a fazer exames de rotina.Só vão no hospital  mesmo quando estão realmente doentes.

Aqui em São Luís- MA, o Hospital Universitário da Universidade Federal do Maranhão já conta com esse projeto, para as futuras mamães e papais vale a pena ir lá e conhecer  como funciona.

Segundo o site do Governo*, o Pré Natal Masculino está presente em 26 estados e Distrito Federal, além de 80 municípios com mais de 100 mil habitantes.

Alguma mamãe conhece esse projeto? o parceiro já participou?Conta pra gente sua experiência.

Beijos!

 

Link :http://www.brasil.gov.br/sobre/saude/saude-do-homem/pre-natal-masculino

Anúncios

O seu filho usa chupeta? Saiba quais são os malefícios desse hábito.

Mamães o hábito do uso da chupeta ainda nos desperta muitas dúvidas. Há quem diga que a criança só se acalma com ela, outras dizem que o filho nunca gostou. Mas entre tantas questões o importante é saber os riscos que o uso prolongado da chupeta pode acarretar aos nossos filhos.

Aqui em casa nunca oferecemos chupeta ao Arthur, ele até hoje com 1 ano e meio mama no peito, geralmente quando quer dormir ou quando está chorando para se acalmar.

Segundo o fonoaudiólogo Christyann Lima, muitos hábitos que são passados entre as gerações, carregam consigo diversos valores culturais e estes devem ser mudados. O uso da chupeta é um exemplo.

“ O uso prolongado da chupeta pode acarretar prejuízos ao desenvolvimento da fala, da linguagem, dentição e influencia até no aprendizado. Bebês que cumprem até 6 meses de amamentação exclusiva no seio materno não sentem necessidade da chupeta, pois a necessidade de sugar está saciada e ele se acalentará mais fácil. O ideal é a mãe não oferecer a chupeta em nenhum momento, pois depois que ela é introduzida é mais difícil de retirar,” ressalta.

Entre as consequências do uso prolongado da chupeta, o fonoaudiólogo afirma que a chamada Mordida aberta é a mais comum.

“ Portadores de mordida aberta não possuem equilíbrio muscular, devido à falta de relação entre os maxilares, o que irá interferir em sua harmonia facial. O desempenho normal da respiração e deglutição, assim como o posicionamento correto da língua e dos lábios são de fundamental importância, para a manutenção do equilíbrio no posicionamento dos dentes nos maxilares e da musculatura,” concluí o fonoaudiólogo.

Os malefícios estão ai, cabe aos pais decidirem o que é melhor para cada criança, afinal cada família tem sua opinião. E na casa de vocês mamães? O uso da chupeta é comum? Quais as medidas foram utilizadas para tirar a criança desse hábito?

Beijos!