Inspiração da Semana: as ilustrações de Andrea Loyola.

unnamed (5)
Olá gente!
Vamos começar nosso final de semana com mais uma inspiração linda de arte?
Hoje apresento a pequena entrevista que fiz com a ilustradora Andrea Loyola, fundadora e artista  na Lily & Puka, empresa especializada em ilustrações e toys arts em crochê.
Com traços fortes e desenhos coloridos, suas ilustrações são uma fonte de estímulo para quem gosta de criar .
1.Como a ilustração entrou na sua vida?

Eu gosto de dizer que a a arte me salvou. Estava passando por um momento muito complicado quando decidi resgatar alguns sonhos de infância (época em que me sentia mais a vontade em ser eu mesma). Sempre amei criar coisas com as mãos, então resolvi fazer alguns cursos de desenho de moda e ilustração e pronto. Nesse momento encontrei o que estava faltando na minha vida. Por isso digo que o crochê e a ilustração salvaram a minha vida unnamed (2)

2. Quais são as suas referências e inspirações na hora de criar?

Não tenho formação na área, cursei Engenharia Ambiental, mas nem gosto de falar sobre isso. Fiz um escolha com base no que outras pessoas achavam ser melhor, nunca pensei que eu teria que amar o que fosse fazer. Esse foi o meu maior erro! Demorei para perceber o erro, mas tive a coragem de mudar de vida totalmente.
Tenho muitas referências artísticas, acho que o universo Kawaii e do Pop Surrealismo resumem bem o estilo que mais me chama a atenção e que mais amo.
Como inspiração eu tenho o meio que me rodeia, mas uma versão mais fofa, lúdica e colorida. Amo os animais e a natureza, por isso você vê na maioria das minhas ilustrações as minhas personagens interagindo com bichinhos e com a natureza.

unnamed (1)É claro que não procuro copiar a natureza, não tem como. As minha ilustrações traduzem o que sinto quando penso no mundo e vejo a natureza e os animais, seria o mundo que eu gostaria de viver! Outra inspiração muito importante são as minhas gatinhas lindas, a Lily e a Puka, que deram origem à marca.

3. O que a ilustração representa na sua vida?
A ilustração, a arte de forma geral, pra mim, é como respirar, comer, dar risada,…. Sem ela eu não vivo. Pode parecer exagero, mas é a mais completa verdade. Eu acredito que eu somei alguns anos aos anos que viverei devido à 3 coisas: à minha mãe, que é uma mulher linda e generosa e sempre me ajuda, me apoia e gosta de conversar comigo sobre o que amo fazer; ao fato de não me levar muito à sério e sempre dou muita risada por causa disso; e porque tenho a arte como forma de me expressar, já que não sou fantástica com palavras. Para resumir a arte é o todo, tirar ela é me deixar com um vazio que nada mais preencheria.

unnamed (3) 4. Vi que você já fez uma exposição fora do Brasil,como foi essa experiência?
Foi uma experiência fantástica. Devo admitir que foi algo bem natural e orgânico pra mim, até mais que fazer exposições no Brasil. A verdade é que fui criada fora então tenho uma ligação muito forte, principalmente com os EUA. Mas, infelizmente, não vou poder repetir a dose tão cedo.
As taxas de envio são absurdas, então acaba realmente não valendo a pena, em termos financeiros, é claro. Mas a experiência foi muito, mas muito importante.
unnamed (10)
5. Como você vê o desenvolvimento da arte criativa no Brasil?
Eu vou ser bem sincera, a arte no Brasil ainda está muito pequena quando comparado ao número de artistas que vêm aparecendo nos últimos anos e no status da arte em termos globais. A verdade é que a arte não é considerada algo vital, as pessoas não precisam de arte pra viver. Isso é o que difere o brasileiro do estrangeiro, lá fora arte é algo necessário, é cultura, estética, faz parte do orçamento como comida, conta de luz, etc. No Brasil esse não é o caso, não passa nem perto. É complicado viver de arte, tem que amar muito, já que tem meses que é só esse amor que te guia e mais nada.

Continue lendo

Anúncios

Vamos fazer uma Páscoa sustentável e criativa?

unnamed (11)

Olá!

Lembra aquelas festinhas antigas onde  todo mundo se juntava para fazer o brigadeiro,a tia costurava as bandeirolas e  tudo era feito no maior capricho?Pois é, foi assim que me senti quando vi o trabalho da Como Quando Criança, idealizada e produzida pela Naiana Borges. Continue lendo

Cofrinho de latas recicladas,como fazer?

Olá! O blog tava parado por motivos técnicos(computador quebrado),mas agora voltamos com muitas ideias e muita vontade de escrever posts novos.Prometo! Para começar 2015, vou mostrar como fazer cofrinhos a partir de latas recicladas.Eles são ótimas para presentear alguém, dar … Continuar lendo